Nos últimos tempos, com as várias missões espaciais que estão a decorrer neste momento, a área aeroespacial ganhou relevância. A Agência Espacial Europeia (ESA) abriu 26 vagas para novos astronautas.

Só de Portugal há 321 candidaturas (mais homens do que mulheres).

De acordo com a ESA por Portugal concorreram para astronauta 260 homens, incluindo quatro com alguma deficiência física, e 61 mulheres. De relembrar que o processo de candidaturas foi aberto em 31 de Março e terminou na passada sexta-feira passada, 18 de Junho.

No que diz respeito a vagas, há para quatro a seis astronautas permanentes e para 20 astronautas de reserva, incluindo pela primeira vez um astronauta com alguma deficiência física (que pode ser uma altura inferior a 1,30 metros, uma ou duas próteses abaixo do joelho ou ao nível do tornozelo e dismetria, diferença de comprimento entre pernas).

Ao todo, candidataram-se 22.846 pessoas de 25 países europeus elegíveis, incluindo 257 com alguma deficiência física. Do total de candidatos, 17.367 são homens e 5.479 são mulheres.

Actualmente, a única mulher do corpo activo de sete astronautas da ESA é a italiana Samantha Cristoforetti, a primeira pessoa que fez um café expresso na Estação Espacial Internacional (EEI), na órbita da Terra, e que em 2022 se tornará na primeira europeia a comandar a EEI.

Hugo Costa da direcção da agência espacial portuguesa Portugal Space, referiu que…

“O aumento do número de candidatos portugueses é o resultado do crescimento das actividades espaciais em Portugal, o que aumenta a atracção pelo sector [mas também] o reflexo da excelente qualidade dos recursos humanos que saem das universidades nacionais à procura de desafios realmente extraordinários e que são, sem dúvida, um alento para o futuro do espaço em Portugal”

França, Alemanha e Itália são os três países com mais candidatos, Portugal é 11.º país, entre 22 Estados-membros e três Estados-associados da ESA.